Categorias



Projeto exitoso estimula o hábito da leitura

30/11/2017 - Publicado por: Pedro Bortoloti Jr - Categoria: Cultura - Tags: leitura projeto incentivo museu exposição

O Museu Histórico Emílio da Silva recebe, a partir do dia 5, a exposição “Pintando Leituras”, com a técnica guache sobre tela. A proposta envolve alunos das séries finais da professora de Língua Portuguesa, Leoní Cimardi, da Escola Luiz Gonzaga Ayroso. Trata-se do desfecho do projeto Ler e Contar. Cada aluno escolhe um livro adequado para a idade e ano escolar com compartilhamento de impressões e identificação dos elementos da narrativa: personagens, espaço, conflito, clímax e desfecho. No último bimestre o estudante reproduz em tela cena, personagem ou emoção da obra que chamou mais atenção.

A proposta, segundo a servidora pública, é um incentivo à prática da leitura. “Trata-se de um hábito que precisa ser prioridade, por isso, desenvolver novas estratégias para chamar a atenção sobre o livro é fundamental”. A proposta foi colocada em prática pela primeira vez em 2016, com duas turmas, e foi novamente aplicada neste ano, com o envolvimento de mais alunos e com o êxito repetido.

A exposição pode ser conferida até o dia 15 de dezembro, de terça a sexta-feira, das 7h30 às 11h30 e das 13h30 às 16h30 e, aos sábados, das 9 às 12 horas.

Eu me renovei, melhorei na pintura. Minha leitura foi diferente, pois já tinha a intenção de pintar a protagonista e precisava captar a personalidade dela. Rolou identificação. (LEYDIANE BECKER – 8º 01);

Foi muito legal, pois eu nunca pintei um quadro antes. Achei que seria chato, mas me envolvi, me senti um verdadeiro Picasso. Por causa do projeto, tive que pensar mais além do livro, pensamentos alternativos. Ajudou-me a ter mais criatividade. (WILLIAM GABRIEL GRACIAS - 6º 02);

Vou lembrar dessa experiência para sempre. Saber que eu deveria pintar um quadro, fez com que eu lesse com mais empolgação, buscando entender melhor a história. (JOHNATAN FELLIPE DOS SANTOS – 7º 01);

Adorei fazer o “Pintando Leituras”. Consegui melhorar o meu jeito de pintar e me surpreendi comigo mesmo. O livro escolhido foi mais difícil de ler e isso fez o quadro ser mais interessante de fazer, é uma representação. (VINICIUS MARCONDES – 7º 01);

Participar do Projeto fez com que eu fosse imaginando cada cena que ia lendo, pensando em como representá-las. Foi uma leitura mais envolvente, não queria parar de ler. Levei a sério a confecção de um bom esboço, o que facilitou muito a pintura. (Raquel Dias – 7º 01);

O livro que escolhi foi uma experiência nova, li um romance. Isso dificultou minha interpretação, pois envolve sentimentos. Pintar o quadro e mergulhar na história me deu vontade de ler outros romances. (MAIANDRA CAMILLI MOTA DOS SANTOS – 8º 01);

Uma experiência nova bem positiva. Pintar foi desafiador, novo. O Projeto exigiu que minha leitura fosse mais concentrada e, sem perceber, comecei e terminei o livro em um único dia. Gosto de “entrar” nas histórias. (LUIS FERNANDO ALENCAR – 9º 01).










 




Município de Jaraguá do Sul - SC - CNPJ: 83.102.459/0001-23 - Rua Walter Marquardt, 1111 - Barra do Rio Molha - 89259-565 - Caixa Postal 421 - Fone: (047) 2106-8000