Revitalização Centro Histórico

Importância da Revitalização e porque?
A rede ferroviária foi a grande mola propulsora para o desenvolvimento de Jaraguá do Sul.
Antes da construção da rede, Jaraguá era uma simples vila agrícola, e a Ferrovia tornou-se uma contribuição decisiva no desenvolvimento da Colônia.
O trem de passageiros facilitava a viagem entre Jaraguá e os grandes centros e servia de ligação do Porto de São Francisco ao interior do Estado e também ao Paraná.
Nas proximidades da estação foram abertos vários hotéis.
A pequena estação foi construída em 1913 e por não suportar mais a demanda, foi então inaugurada em 1943 a nova Estação Ferroviária e a ampliação da Estação de Cargas.
A vida social e cultural da cidade giravam em torno da estação, através do trem chegavam as notícias. A estação era considerada um ponto de encontro e todo o comércio se desenvolveu em torno dela.
Analisando estes fatos percebe-se a importância da Estação para o desenvolvimento de nossa cidade, e esta revitalização significa muito para a cidade, pois além do embelezamento do centro e da restauração dos prédios históricos devemos destacar a valorização da história de Jaraguá do Sul, o tornar visível um fato importantíssimo para o seu desenvolvimento, a relevância enquanto patrimônio arquitetônico, histórico, turístico e cultural. Tornando aquela que é hoje uma área degradada, um espaço de Cultura, Turismo e Lazer valorizando este espaço como centro da vida social de Jaraguá do Sul cumprindo assim com os objetivos da administração municipal e da Fundação Cultural.
Cabe destacar também que os prédios da Estação e do Armazém de cargas foram tombados pela Fundação Catarinense de Cultura em 1998 e que está em andamento no IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico, Artístico Nacional) o processo de tombamento nacional.

Envolvimento da Fundação Cultural
A Fundação Cultural de Jaraguá do Sul é a grande motivadora desta importante Revitalização, quando juntamente com outras entidades abraçou a causa do Projeto de Revitalização. A Fundação encabeçou o processo de compra dos prédios e do terreno da antiga Rede Ferroviária  em outubro de 2005 após longos anos de negociação, adquiriu o Projeto Arquitetônico de Revitalização, da Associação de Engenheiros e Arquitetos de Jaraguá, elaborou, encaminhou, e acompanhou o Projeto ao Ministério da Cultura para aprovação via leis de incentivo (Lei Rouanet). Vencido o desafio da aprovação do projeto, partindo então para a captação dos recursos junto às empresas   incentivadoras e pessoas físicas, que prontamente através de renúncia fiscal, colaboraram imensamente com o Projeto, aos quais agradecemos imensamente.

Ocupação dos espaços
Muitos são questionamentos sobre a ocupação dos espaços. Cabe esclarecer que para obtermos a aprovação do Projeto via Lei Rouanet, tínhamos que dar um destino totalmente cultural para estes espaços, e por esta razão, o prédio da estação é ocupada pela Fundação  que até então não tinha sede própria. Ainda no prédio da estação foi instalado o Museu do Expedicionário, o Memorial da Estação e o Espaço Innocêncio Silva.
O Antigo Depósito de Cargas abriga a Biblioteca Pública Rui Barbosa, incluindo a disponibilização do acesso gratuito à internet cujos equipamentos foram adquiridos através de outro projeto também através da Lei Rouanet e apoio da empresa WEG, e também o TELECENTRO, composto por 10 computadores, mesas, cadeiras e projetor de imagens, doado pelo Ministério do Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior.
Os quiosques construídos abrigam: uma guarita para a segurança pública  e entidades promotoras do turismo, inclusive um posto de informações turísticas. 
O Centro Histórico Revitalizado trará muitas novidades, lembranças e alegrias, e que poderão ser apreciadas por toda a comunidade, e com toda a certeza os Jaraguaenses de todas as idades que por aqui passarem sentirão orgulho ao contemplar este maravilhoso Centro Histórico, valorizamos o passado e contemplamos o futuro.

Conheça um pouco da história da:



Revitalização
- 1ª Etapa- Depósito de Cargas


2ª Etapa - Estação Ferroviária e 3ª Etapa - Paisagismo






Visão Geral do projeto

Município de Jaraguá do Sul - SC - CNPJ: 83.102.459/0001-23 - Rua Walter Marquardt, 1111 - Barra do Rio Molha - 89259-565 - Caixa Postal 421 - Fone: (047) 2106-8000